Hoje continuaremos falando sobre construir listas de orações. Mas por que Deus nos chamou a oração se Ele conhece bem cada uma de nossas necessidades? Afinal, nada está oculto aos seus olhos, nada foge a sua soberania e controle. Mas, Ele mesmo sendo Deus, resolveu nos fazer participantes de sua obra. E nos convida a um relacionamento de intimidade com Ele através de uma vida de oração e meditação na Palavra. Ele quer que nos conectamos com seu coração Paterno em parceria profunda e especial.

Orar sobre todas as coisas revela nossa total dependência dele e é um princípio do reino. Orar é uma forma de amor e utilizar listas de orações pode nos dar a disciplina e o foco que precisamos para perseverar nos dias em que não nos sintamos tão inspirados como gostaríamos.

Ao se fazer listas de orações é importante perguntar ao Senhor sobre o que devemos orar. Não se trata apenas de nossos desejos e necessidades. Mas do coração de Deus para nós, nossa família, as nações e até mesmo questões sociais que envolvem o mundo. Como costumamos dizer aqui no FHOP, é tudo sobre Ele, é tudo sobre Jesus. Sim, nós devemos colocar os nossos pedidos diante do Senhor e a Bíblia mesmo nos diz: “Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do seu coração.” (Salmo 37.4.) Quando Cristo é o nosso foco e o nosso maior anseio, alguns dos desejos do nosso coração são alterados pelo caminho. Alguma vez Deus já mudou as suas prioridades?

As listas de orações nos ajudam a manter o foco em nossos momentos sagrados. Porém, é importante permanecermos sensíveis ao Espírito Santo de Deus. Se o Senhor nos direcionar a sairmos das listas ou omitir algumas partes delas, podemos fazer isso com tranquilidade e liberdade conforme o Espírito nos lidere. Mike Bickle sugere três focos principais ao elaborarmos nossas listas de orações, o que eu acredito ser bem coerente. São elas:

Intimidade com Deus – Esse tema tem sido bem abordado e é o mais importante de nossas vidas. Nós precisamos estar fundamentados no amor a Deus, é o primeiro mandamento. Isso envolve Adoração, Meditação na Palavra (devocional, estudo ou o termo que lhe deixar mais à vontade), é amizade com o Espírito. Uma prática realmente fortalecedora ao homem interior é orar a Palavra, os Salmos por exemplo. Amo orar o Salmo 139.

Petição – É quando “pedimos” algo a Deus, seja em nossa vida pessoal ou ministerial. É um ótimo momento para orar pedindo por fortalecimento em nosso homem interior. Por mudanças em circunstâncias pessoais. É de certo modo um momento de consagração a Deus e também de alinhamento aos propósitos e diretrizes de seu coração. Tem ótimos exemplos Bíblicos do Antigo ao Novo Testamento, mas quero ressaltar aqui a oração de Jabez descrita em Crônicas.

Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Oh! Tomara que me abençoes e me alargues as fronteiras, que seja comigo atua mão e me preserves do mal, de modo que não me sobrevenha aflição! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido. ! Crônicas 4.10

Intercessão – Esse é momento em que pedimos a Deus em favor de outros (pessoas, lugares, questões estratégicas). Por exemplo: Quando orarmos por pessoas e lugares, podemos orar por ministérios e missões, cidades, nações (JOCUM, Jerusalém, Florianópolis). Quando oramos por questões estratégicas, poderemos orar no contexto da sociedade (pelo governo, contra o aborto, em favor da justiça…).

Orar por missões e pelas nações é algo que queima em meu coração. Na verdade, meu “chamado” para as nações, de certa forma foi firmado, quando em meu tempo de oração eu via o mapa múndi. Havia um clamor em mim por esse tema. E isso foi muito antes de que eu me tornasse missionária em JOCUM. E depois chegasse ao FHOP Orar pelos povos da terra é se tornar parceiro de Deus na Grande Comissão.  E se nós queremos tanto que o Noivo retorne para o casamento com a Noiva só podemos obedecer a esse mandato, o IDE e fazei discípulos. 

Então, não perca tempo e experimente construir sua lista de oração hoje. Já comentei aqui no Blog que amo escrever as minhas cartas a Deus. Amo escrever minhas orações. Com o passar do tempo, eu releio muito dos meus escritos e consigo perceber o quanto o Senhor tem feito. Sabe, nós realmente não precisamos colocar uma máscara diante de Jesus, porque o Senhor nos conhece tão bem. E Ele ama quando nos colocamos neste lugar em que ansiamos por ouvir a sua voz e conhecer o seu coração. Ele sabe quando nós nos tornamos vulneráveis e dependentes diante Dele, e reconhecemos seu amor. E simplesmente nos entregamos a esse amor profundo, imenso, sobrenatural.

A oração não pode ser apenas mais um rito que cumprimos para aliviar a nossa consciência. A oração é um chamado ao amor. Que hoje eu e você possamos nos entregar ao amor de Deus que leva o nosso medo para longe. Que possamos experimentar essa graça misteriosa e a certeza que somos ouvidos e que nossa voz faz diferença nos céu e na terra.

“Esperei confiantemente pelo Senhor; ele se inclinou para mim e me ouviu quando clamei por socorro.” Salmos 40.1

“E veio outro anjo, e pôs-se junto ao altar, tendo um incensário de ouro; e foi-lhe dado muito incenso, para o pôr com as orações de todos os santos sobre o altar de ouro, que está diante do trono. E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus.” Apocalipse 8:3,4

 

Nayla Cintra

Nascida em Mato Grosso, Nayla é missionária em tempo integral desde 2011, tendo já servido durante 4 anos na JOCUM (Jovens Com Uma Missão) e quase 2 anos como missionária intercessora no FHOP (Florianópolis House of Prayer). Atualmente dedica uma parte do seu tempo para ensinar artes para crianças em uma ONG em Florianópolis e outra parte do tempo para trabalhar com justiça social, com foco em tráfico humano. Nayla carrega um coração para pessoas em situação de vulnerabilidade social, ama o mundo artístico e criativo, é apaixonada por missões, mas tem como maior desejo ver o nome de Jesus sendo conhecido entre todos os povos e tribos da Terra.
Fechar