FHOP

Declaração de Fé

Nós cremos que somente os sessenta e seis livros da Bíblia são a inspirada e, portanto, inerrante Palavra de Deus. A Bíblia é a autoridade final para tudo que nós cremos e como que devemos viver. (Mt 5:18; Jo10:35, 17:17; 2 Tm 3:16–17; 2 Pe 1:20–21)

Nós cremos que Jesus Cristo é Deus encarnando, 100% Deus e 100% homem. Também cremos que Ele foi concebido e nascido de uma virgem, viveu uma vida sem pecado, e se ofereceu como sacrifício penal e substituto pelos pecadores. Mediante o Seu sangue derramado na Cruz, Ele conquistou para nós eterna redenção, perdão pelos pecados e vida eterna. Ele ressuscitou corporalmente no terceiro dia e ascendeu à mão direita do Pai, e de lá, para sempre faz intercessão pelos santos. (Mt 1:18–25; Jo 1:1–18; Rm 8:34; 1 Co 15:1–28; 2 Co 5:21; Gl 3:10–14; Ef 1:7; Fp 2:6–11; Cl 1:15–23; Hb 7:25, 9:13–15, 10:19; 1 Pe 2:21–25; 1 Jo 2:1–2)

Nós cremos que a salvação vem somente mediante a graça, e somente através da fé, e somente em Cristo Jesus. Nenhuma ordenança, ritual ou outra atividade por parte do homem é exigida ou aceita a fim de obter salvação. Esta graça salvadora de Deus, através do poder do Espírito Santo, também nos santifica, capacitando-nos a fazer o que é agradável aos olhos de Deus, a fim de que sejamos progressivamente conformados na imagem de Cristo. (Jo 1:12–13, 6:37–44, 10:25–30; At 16:30–31; Rm 3:1–4:23, 8:1–17, 31–39, 10:8–10; Ef 2:8–10; Fp 2:12–13; Tt 3:3–7; 1 Jo 1:7, 9)

Nós cremos que o Senhor Jesus Cristo batiza os crentes com o Espírito Santo, em quem também fomos selados para o dia da redenção. O Espírito Santo regenera, habita para sempre e graciosamente capacita o cristão para uma vida santa e para o serviço. Posterior a conversão, o Espírito deseja encher, capacitar e ungir os crentes para o ministério e para o testemunho. Cremos também que os sinais e maravilhas, assim como todos os dons do Espírito Santo descritos no Novo Testamento, são operativos hoje em dia, e foram designadas para testemunhar da presença do reino, além de capacitar e edificar a Igreja para cumprir o seu chamado e missão. (Mt 3:11; Jo 1:12–13, 3:1–15; At 4:29–30; Rm 8:9, 12:3–8; 1 Co 12:12–13; 2 Co 1:21–22; Gl 3:1–5; Ef 1:13–14, 5:18)

Nós cremos que o único verdadeiro Deus existe eternamente em três pessoas – Pai, Filho e Espírito Santo – e que Estes, sendo um só Deus, são iguais em divindade, poder e glória. Nós cremos que Deus criou o mundo, mas também mantém, sustenta, governa e ordena providencialmente tudo que existe, e Ele conduzirá todas as coisas para a devida consumação em Cristo Jesus para a glória do Seu nome. (Sl 104:1–35, 139:1–24; Mt 10:29–31, 28:19; At 17:24–28; 2 Co 13:14; Ef 1:9–12, 4:4–6; Cl 1:16–17; Hb 1:1–3; Ap 1:4–6)

Nós cremos que quando os cristãos morrem, eles vão imediatamente para a abençoada presença de Cristo, de onde desfrutam de comunhão consciente com o Salvador até o dia da ressurreição e gloriosa transformação de seus corpos. Os salvos, então, para sempre habitarão em comunhão bem aventurada com o grande trino Deus. Nós também cremos que quando os ímpios morrem são entregues ao inferno, de onde aguardam o Dia do Julgamento, quando serão punidos no lago de fogo com uma eterna, consciente e atormentada separação da presença de Deus. (Mt 25:46; Lc 16:19–31; Jo 5:25–29; 1 Co 15:35–58; 2 Co 5:1–10; Fp 1:19–26, 3:20–21; 2 Ts 1:5–10; Ap 20:11–15, 21:1–22:15)

Nós cremos que o batismo nas águas e a Ceia do Senhor são as duas ordenanças que a Igreja deve observar até o tempo da volta do Jesus. Não são meios para salvação, mas são canais da graça santificadora de Deus e benção para os fieis em Cristo Jesus. (Mt 26:26–29, 28:19; Rm 6:3–11; 1 Co 11:23–34; 1 Pe 3:21)

Nós cremos na segunda vinda literal de Cristo no fim dos tempos quando Ele pessoalmente voltará visivelmente a terra para consumar o Seu reino. Nós cremos que a Igreja passará pela Grande Tribulação em grande poder e vitória. Nós cremos que a Igreja será arrebatada no final da Grande Tribulação. Cremos também, e estamos orando, por uma grande colheita de almas no fim dos tempos e pelo levantar da Igreja vitoriosa que vai experimentar uma unidade, pureza e poder no Espírito Santo sem precedentes. (Sl 2:7–9, 22:27–28; Jo 14:12, 17:20–26; Rm 11:25–32; 1 Co 15:20–28, 50–58; Ef 4:11–16; Fp 3:20–21; 1 Ts 4:13–5:11; 2 Ts 1:3–12; Ap 7:9–14)

Nós cremos que Adão foi criado originalmente na imagem de Deus, justo e sem pecado. Como consequência de sua desobediência, a descendência de Adão nasce sujeito ao pecado imputado e inerente e, portanto, todos os humanos, por natureza e por escolha, são filhos da ira, condenados justamente diante de Deus, completamente incapazes de salvar-se ou contribuir de alguma forma para ser aceito por Deus. (Gn 1:1–3:22; Sl 51:5; Is 53:5; Rm 3:9–18, 5:12–21; Ef 2:1–3)

Nós cremos que a Igreja é o principal instrumento de Deus para cumprir Seus propósitos remissivos na terra. Para capacitar os santos para o trabalho ministerial, Deus deu a Igreja os apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres. Nós também afirmamos acerca do sacerdócio de todos os crentes e a importância de cada Cristão se juntar e estar envolvido ativamente numa comunidade local de santos. Nós cremos que as mulheres, não menos que os homens, são chamadas e capacitadas para proclamar o evangelho e fazer todas as obras do reino. (Mt 16:17–19; At 2:17–18, 42; Ef 3:14–21, 4:11–16; 1 Tm 2:11–15; Hb 10:23–25; 1 Pe 2:4–5, 9–10)

Nós cremos que Deus chamou a Igreja para pregar o evangelho a todas as nações, lembrar especialmente dos pobres, e ministrar às suas necessidades, se doando sacrificialmente e servindo com praticidade. Este ministério é uma manifestação do coração do Senhor Jesus Cristo, e faz parte essencial do reino de Deus. (Is 58:6–12, 61:1; Mt 5:1–7:28; 28:18–20; Lc 4:18, 21:1–4; Gl 2:10; 1 Tm 6:8)

Nós cremos que Satanás, originalmente o grande e bom anjo Lúcifer, se rebelou contra Deus, levando consigo uma multidão de anjos. Ele foi expulso da presença de Deus e trabalha com o seu exército demoníaco para estabelecer seu contra-reino das trevas, da maldade e da iniquidade sobre a terra. Satanás foi julgado e derrotado na cruz de Cristo e será lançado para sempre no lago de fogo que foi preparado para ele e seus anjos. (Is 14:10–17; Ez 28:11–19; Mt 12:25–29, 25:41; Jo 12:31, 16:11; Ef 6:10–20; Cl 2:15; 2 Pe 2:4; Jd 6; Ap 12:7–9, 20:10)