FHOP

Não sou servo, sou amigo do Noivo

Relacionamento

 

Aquele que tem a noiva é o noivo. O amigo do noivo, que está perto e O ouve, enche-se de alegria quando ouve a voz do noivo. Está é a minha alegria, que agora se completa. Convém que Ele cresça e que eu diminua”. João 3:29-30

Você já pensou sobre o chamado de João Batista? Ele fora o precursor do salvador do mundo. Era a sua voz que ecoava pelo deserto o “preparai o caminho ao Senhor”, que desvelava a necessidade de arrependimento que nos levaria a verdade.

Ele era o amigo de Cristo, o verdadeiro noivo. Aquele que compreendeu a necessidade de estar perto do coração de Jesus, de ouvi-lo e se mover a partir de uma santa paixão por comunicar os desejos do Senhor à Sua igreja, expondo-lhe o compromisso e convite maravilhoso do casamento eterno com o Cordeiro que venceria a morte e a tomaria como esposa, dando-lhe um lugar de realeza, ainda que ela não merecesse.

Eu gosto de observar a relação entre o papel de João Batista, enquanto amigo do Noivo e a própria função do amigo do noivo dentro da cultura do casamento judaico. O amigo do noivo é aquele que intermedia o relacionamento entre aqueles que estão prestes a se casar. Ele pode ser aquele que adorna a noiva, que leva os presentes que a deixarão mais bela para o grande dia do casamento. Como no exemplo de Eliézer servo de Abraão responsável por encontrar Rebeca, a noiva de Isaque. Ele agiu sem interesses próprios, simplesmente apresentando o seu senhor para aquela que seria a sua amada! (Gênesis 24).

O versículo 30 de João 3 que diz: “Convém que Ele cresça e que eu diminua”, também revela que João enquanto o antecessor de Cristo conhecia o seu lugar. Ele não quis enfeitiçar os olhos da igreja para si mesmo, ele teve o cuidado de declarar a supremacia de Jesus, ressaltando o seu desejo de estar escondido no Noivo, humilde e completamente diminuído.

Acredito que cada geração tem um chamado específico, mas entendo que todos nós enquanto cristãos sinceros somos chamados a sermos amigos de Cristo.

Vós sereis meus amigos, se fizerdes o que eu vos mando. Já vos não chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor; mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouvi de meu Pai vos tenho feito conhecer”. João 15:14-15
O Senhor nos convoca a proclamar a Sua fama e as condições para um casamento que ainda irá acontecer. Precisamos ajudar a noiva a perceber Jesus, a Amá-lo de todo o coração. Somos convidados a declarar a pureza, conhecendo os segredos do coração d´Aquele que também é o nosso Noivo, sem roubar os olhos da igreja para a nossa própria performance, mas levando-a a contemplar ao único que é o dono das alianças: Jesus!

Será que você pode dizer sim a este chamado?

Escrito por Julia Carniel

Nascida no Rio Grande do Sul, Júlia é missionária intercessora em tempo integral na Florianópolis House of Prayer. Tem perseguido o conhecimento de Jesus a partir das escrituras e do lugar de oração. Acredita que verá essa geração ser impactada pelo amor de Jesus e deseja que Sua beleza seja revelada para todos os povos e nações.

Comentários

comentários

Pin It

» Relacionamento » Não sou servo, sou amigo...
Em 9 de janeiro de 2017
, ,

Commentários desabilitados.

« »